Tour para os calouros

Por acreditar no impacto das primeiras impressões, além do tour, a comissão de boas-vindas, formada por diversos setores da Universidade, desenvolveu uma programação com várias ações para integrar o novo estudante à Universidade, já em seu primeiro contato. É importante, contudo, lembrar o calouro de realizar o registro antes de dar início a qualquer das atividades disponíveis.

Durante os dias 22, 25 e 26 – para os selecionados por meio do SISU – e nos dias 28 e 29 de janeiro – para os selecionados com o Programa de Avaliação Seriada (PAS) – haverá uma caminhada pela Universidade, que será guiada por estudantes veteranos e contará com material de apoio. O Objetivo principal é fazer com o que o calouro aprenda a se localizar dentro do lugar onde passará alguns anos. Dessa forma, os tutores esclarecerão siglas e códigos que compõem as nomenclaturas da UnB.

Os tours acontecerão durante todo o dia pela manhã, das 9h às 11h, e pela tarde, das 14h às 17h. Cada tour será guiado por três tutores e terá duração média de 30 minutos. O plano é sair da ala sul do Instituto de Ciências Central (ICC), seguir por fora rumo ao Restaurante Universitário, descer pela Ala Norte até a Biblioteca e terminar no chamado “Ceubinho” – onde estará acontecendo a mostra de oportunidades, com stands de diversos setores da UnB expondo seus principais projetos aos calouros. Ao fim do tour, os estudantes poderão, ainda, participar de uma atividade na Biblioteca Central Estudantil (BCE), a qual propõe um momento de exploração do site da Universidade e uma visita guiada dentro da própria biblioteca.

Essa é a primeira vez que as atividades de recepção iniciam já no registro acadêmico. Para que isso fosse possível, foi necessário contar com a ajuda de universitários, que passaram por uma breve formação teórica e se revezarão durante os dias de trabalho como tutores. Na preparação, os estudantes colaboradores tentaram se colocar no lugar dos estudantes que estão chegando, buscando se aproximar ao máximo do que o calouro 1/2016 espera. Na dinâmica “eu calouro”, por exemplo, eles recordaram as lembranças e impressões de seus primeiros dias, focando nas dificuldades e dúvidas que tiveram naquele momento. Como retribuição, esses estudantes tutores ganharão dois créditos de atividade de extensão.

Em possibilidade de chuva, a rota do tour será reduzida, contudo, ele não será cancelado e as outras atividades também não. A equipe organizadora do evento espera que, com a recepção, os estudantes já se sintam parte desta comunidade. Além disso, esperam também que a ação tenha um impacto estimulante a atitudes mais acolhedoras entre calouros e veteranos dentro da Universidade, tentando romper com a ideia de recepção por meio de atitudes de humilhação e violência física.